loader image
Pesquisar
Close this search box.

Imposto de Renda: Saiba quais foram as mudanças e como fazer a declaração!

Confira as novas mudanças no Imposto de Renda e aprenda a declarar o seu corretamente através do nosso texto!

Os contribuintes brasileiros devem declarar anualmente suas informações financeiras ao Fisco, informando seus rendimentos e deduções permitidas por lei. Recentemente, houveram novas mudanças nas regras fiscais.

Desse modo, é necessário ficar atento as novidades na hora de declarar sua renda e evitar problemas. A partir do nosso texto, confira as novas mudanças no Imposto de Renda e veja o passo a passo para declarar corretamente:

Veja as novas mudanças no Imposto de Renda e saiba como declarar

Imposto de renda como declarar

O Imposto de Renda (IR) é um tributo cobrado pelo governo sobre os ganhos financeiros de pessoas físicas e jurídicas. No caso das pessoas físicas, o IR incide sobre a renda obtida através de salários, aluguéis, investimentos, entre outros.

Os contribuintes devem declarar anualmente suas informações financeiras ao Fisco, informando seus rendimentos e deduções permitidas por lei. O imposto é calculado com base em uma tabela progressiva, onde as alíquotas aumentam de acordo com o valor da renda.

Além disso, existem diversas regras e condições específicas para cada tipo de rendimento e categoria de contribuinte. É importante estar atento aos prazos e obrigações para evitar problemas com a Receita Federal. Ademais, também é preciso ficar de olho nas mudanças das regras fiscais para que você declare sua renda de forma correta.

Saiba quem precisa fazer a declaração do Imposto de Renda

Antes da explicação sobre as novas regras do Imposto de Renda, é importante esclarecer sobre os requisitos exigidos para declarar. Em 2023, a Receita Federal estima que, aproximadamente, 40 milhões de brasileiros devem entregar a declaração.

Para fazer a declaração do Imposto de Renda, é necessário atentar-se a algumas regras específicas, as quais determinam a obrigatoriedade de enviar a declaração do IR, sendo elas:

  • Recebimento de rendimentos tributáveis: quem recebe salário, aposentadoria ou qualquer rendimento tributável acima de  R$ 28.559,70 é obrigado a declarar;
  • Posse de bens acima de R$ 300 mil exigem declaração;
  • Recebimento de valor acima de R$ 40 mil ao longo do ano gera a obrigatoriedade de declarar o Imposto de Renda;
  • Atividade rural: quem teve receita bruta na atividade rural acima de R$ 142.798,50 precisa fazer a declaração;
  • Ganho de capital: caso você tenha tido ganho de capital na venda de bens ou direitos sujeitos à tributação, é necessário declarar.

Quais foram as mudanças recentes nas regras da declaração?

Como dito anteriormente, as regras da declaração do imposto de renda sofreram algumas mudanças. A principal delas é em relação a isenção para quem recebe até dois salários mínimos, ou seja, R$ 2.640,00.

Anteriormente, pessoas com essa renda pagavam imposto mesmo com salários considerados baixos e, a partir dessa nova regra, estes contribuintes não precisarão declarar o imposto em 2023.

Passo a passo para fazer a declaração corretamente

Para declarar o imposto de renda de forma correta, é importante separar todos os documentos necessários, como comprovantes de rendimentos e notas fiscais de despesas que podem ser deduzidas.

Feito isso, basta abrir o programa do órgãos, disponível no site da Receita Federal e seguir o passo a passo abaixo:

  • Organize seus documentos: Reúna todos os documentos relevantes, como comprovantes de rendimentos, informes de banco, recibos de despesas médicas, entre outros;
  • Acesse o programa de declaração: Baixe ou acesse o programa de declaração do Imposto de Renda disponibilizado pela Receita Federal do seu país;
  • Selecione a opção correta: No programa, selecione o tipo de declaração adequado ao seu perfil (por exemplo, pessoa física);
  • Preencha seus dados pessoais: Insira suas informações pessoais, como nome, CPF, endereço, etc;
  • Informe seus rendimentos: Insira os valores e detalhes dos seus rendimentos do ano, como salários, aluguéis, rendimentos de investimentos, entre outros;
  • Declare suas despesas dedutíveis: Informe as despesas que podem ser deduzidas, como gastos com saúde, educação, previdência privada, entre outros;
  • Informe seus bens e direitos: Declare seus bens, como imóveis, veículos e investimentos;
  • Preencha os dados bancários: Informe os dados bancários para eventual restituição ou débito automático;
  • Verifique as pendências: Verifique se há algum erro ou pendência no preenchimento da declaração;
  • Envie a declaração: Após revisar cuidadosamente todas as informações, envie a declaração eletronicamente por meio do programa;
  • Efetue o pagamento ou aguarde a restituição: Caso tenha imposto a pagar, siga as orientações para efetuar o pagamento. Se tiver direito à restituição, acompanhe o cronograma para recebê-la.

Vale lembrar que a declaração deve ser enviada até o prazo estabelecido pela Receita Federal. Em 2023, a declaração deve ser realizada até o dia 31 de maio. Importante ressaltar que, caso você não declare o IR, estará sujeito a multas, CPF bloqueado e, no pior dos casos, prisão.